Saúde bucal

Não deixe o rostinho do seu filho “entortar”

Posted on 13 de maio de 2010. Filed under: Crianças, Saúde bucal | Tags:, , |

Desde cedo, os pais devem ficar atentos ao processo de crescimento e desenvolvimento do rosto do seu filho, pois por ser complexo, reúne certas particularidades que precisam ser observadas, de forma a que, assim que algum problema for detectado, deve ser tratado.
Estudos recentes realizados pelos pesquisadores do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP, concluem que a mordida cruzada – uma alteração da relação entre os dentes das arcadas superior com inferior –  traz repercussões para o rosto como um todo, tornando assimétrico. Nessa pesquisa, o fato que mais chamou a atenção é  que essa anormalidade dentofacial estava presente em 73% das crianças da amostragem.
Segundo o ortodontista e ortopedista-facial Gerson Köhler, a mordida cruzada acontece com mais frequência entre a faixa etária de três a seis anos, ainda no período de dentição decídua (dentes “de leite”) e precisa ser corrigida o quanto antes.
“Essa anormalidade dentofacial ocorre quando a arcada superior não se encaixa corretamente à inferior, podendo ocorrer nas regiões posteriores e também anterior da boca”, explica Gerson Köhler.
O também ortodontista e ortopedista-facial Juarez Köhler complementa: “ Tecnicamente a mordida cruzada é também denominada de “articulação reversa” entre os dentes. Ela é quase sempre fácil de detectar, pois o rosto da criança pode tornar-se progressivamente assimétrico, isto é, a metade esquerda fica diferente da direita, ou vice-versa”.
Juarez Köhler ainda informa também que se a anomalia não for percebida ou diagnosticada rapidamente, o problema pode perpetuar-se para o período de troca de dentes e para futura dentição adulta (permanente).
De acordo com Gerson Köhler, a mordida cruzada não só repercute na alteração de forma da boca como também  sobre todo o rosto da criança – gerando falta de harmonia e beleza -, como também pode trazer sérios problemas funcionais.
Para os especialistas da Clínica Köhler, assim que os pais notarem algo inadequado na mordida de seus filhos, já a partir dos três anos de idade, deve-se acender uma espécie de “sinal vermelho”, indicando a procura urgente de um ortopedista facial de sua confiança para uma avaliação da região dentofacial.
“Isto significa dizer que deve ser efetuada uma avaliação do rosto como um todo, pois fatalmente a anomalia denominada de ‘mordida cruzada’ estará afetando-o e agredindo-o de forma integral e não apenas localizada sobre os dentes, como normalmente é suposto por pessoas leigas”, finalizam os especialistas.

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Prognatismo mandibular pode ser tratado – na fase infantil – com aparelhos ortopédicos

Posted on 19 de março de 2010. Filed under: Saúde bucal | Tags:, |

O prognatismo mandibular é um problema que altera significativamente a harmonia e beleza do rosto, sendo a anomalia dentofacial mais deformante da face. Para visualizar se o problema existe, basta verificar se os incisivos – que são os dentes da frente – da arcada inferior fecham-se à frente dos incisivos superiores. Isso ocorre quando na face da criança  a mandíbula (que contém os dentes inferiores) estiver tendo um crescimento inadequado, maior do que a maxila (que contém os dentes superiores).
De acordo com o especialista – e professor de pós-graduação – em ortodonta e ortopedia-facial, Gerson Köhler, existem três formas características de relacionamento dos dentes inferiores (da mandíbula) com os superiores (da maxila). Tecnicamente – e com base apenas na posição dos dentes em si – são chamadas de: Classe I  (correta),  Classe  II (com projeção para a frente dos dentes da maxila, ocorrendo em cerca de 80% dos casos; e a Classe III, quando os dentes da mandíbula estão à frente dos da maxila. A Classe III é a de menor incidência na população, mas é a mais temida e difícil de normalizar, podendo, em casos em que o fator genético é predominante, necessitar de procedimentos cirúrgicos associados com ortodônticos.
“A anomalia dentofacial (má -oclusão dentária) de  Classe III (com presença do prognatismo mandibular) pode ter origem essencialmente esquelética, mas, em muitos casos, pode também ser decorrente de questões disfuncionais do sistema mastigatório. De qualquer forma o prognatismo mandibular causa – sempre – uma acentuada e desagradável deformidade facial. Este problema de desfiguramento progressivo do rosto pode, no entanto, ser interceptado durante a fase de crescimento e desenvolvimento craniofacial mediante o uso de aparelhos ortopédicos”, explica o professor Köhler.
Segundo o especialista, pelo fato do prognatismo mandibular poder envolver questões osteo-cartilaginosas endocondrais – seja por ação genética e/ou apenas decorrente de uma disfuncionalidade  – os aparelhos ortopédicos, que visam restringir o crescimento da mandíbula, devem ser prescritos terapeuticamente  em tenra idade na criança, desde que – é óbvio – já haja capacidade de colaboração da mesma. Por isso, a importância de um diagnóstico precoce.
O prognatismo mandibular pode ocorrer – pelo desvio da funcionalidade própria do rosto e – quando a criança respira pela boca, o que exige que ela fique entreaberta, com a língua posicionada inadequadamente na parte de baixo da cavidade bucal. Esse fato pode propulsionar e estimular – repetidamente, durante as 24 horas do dia  – a mandíbula a começar a ter um crescimento alterado, para maior do que o normal.
Entretanto, com o tratamento tempestivo e precoce desta anomalia dentofacial, o componente esquelético da mandíbula pode responder muito bem ao uso de aparelhos ortopédico-faciais. Com isso, comprova-se ainda mais a veracidade da importância de toda criança efetuar consultas periódicas – ao estilo daquelas ao médico pediatra – ao ortopedista facial/ortodontista pediátrico para controle do crescimento e desenvolvimento de sua face.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

2010 é o ano para deixar seu sorriso mais bonito

Posted on 18 de março de 2010. Filed under: Saúde bucal | Tags: |

O rosto é nosso cartão de visitas para o mundo que nos rodeia. Desta forma um belo sorriso e formas harmoniosas  são, ao mesmo tempo, sinônimos de uma boa saúde dentofacial. Que tal fazer de 2010 o ano para deixar seu sorriso mais bonito?
A expressão harmoniosa do rosto não depende somente da pele, mas sim de como ela se ajeita sobre as estruturas ósseas e dentárias. Quanto mais perfeita a ‘estrutura de sustentação’, no caso a forma do sorriso, o conjunto dos dentes e a relação entre as arcadas superior e inferior, mais bonito, harmonioso  e expressivo será o rosto.
Muitos adultos não tiveram a oportunidade de receber tratamento ortodôntico quando jovens, não estando satisfeitos com seu sorriso atual.  Mas é possível cuidar da estruturas dentofaciais do rosto em todas as fases da vida, “É impressionante a melhoria facial que um tratamento ortodôntico pode proporcionar aos adultos, sejam homens ou mulheres”, afirma o especialista em ortodontia e ortopedia facial Gerson Köhler.
Segundo Köhler – professor-convidado da pós-graduação da Universidade Federal do Paraná desde 1988 – os tratamentos para correções ortodônticas evoluíram muito devido às novas tecnologias e enfoques terapêuticos, sendo que os tratamentos modernos são praticamente indolores e quase imperceptíveis. Mas – e isto é importante – o ortodontista chama a atenção para alguns cuidados básicos para o rejuvenescimento da região dentofacial: “é sempre interessante informar que os múltiplos recursos estéticos da moderna odontologia devem ser aplicados sobre dentes em arcadas que estejam previamente alinhadas. Caso esta providência não seja tomada, e isto é tratável através da moderna ortodontia para adultos, os procedimentos estéticos/cosméticos poderão não apresentar sua eficiência máxima em termos de melhoria estética e funcional do sorriso” argumenta Köhler.
Cada vez mais adultos estão freqüentando os consultórios de ortodontia. São pacientes felizes em normalizar não somente seu sorriso, mas também todo o efeito estético sobre o rosto em geral e a ótima repercussão disso em suas vidas.
Então, está lançado o desafio: faça de 2010 o ano para deixar seu  sorriso em sua melhor forma possível. Você vai ver como sua auto-estima, bem-estar e  qualidade de vida serão direta e positivamentemente afetados. “A jovialidade de sua nova expressão facial trará, com certeza, muita felicidade para sua vida” finaliza o professor Gerson Köhler.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...