Medicamentos

90% DOS BRASILEIROS QUEREM ENTREGA DE MEDICAMENTOS EM DOMICÍLIO

Posted on 11 de novembro de 2009. Filed under: Medicamentos | Tags:, |

1safPesquisa encomendada pela Abrafarma ao Ibope mostra que para o brasileiro, o conforto e a segurança da entrega de medicamentos em domicílio são mais importantes que serviços de conveniência dentro das farmácias.
Em pesquisa realizada este ano pelo Ibope, com mais de 1.300 brasileiros das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza e Belém, 90% dos entrevistados classificaram a entrega de medicamentos em domicílio como muito importante, 8% como importante e apenas 2% avaliou como sendo um atributo sem importância. O dado impressiona pela comparação com outros itens avaliados, como por exemplo, a recarga de celulares dentro das farmácias que foi classificada como muito importante por 22% dos pesquisados.
“O delivery só perde para o quesito de abertura das lojas 24 horas que foi considerado muito importante para 94% dos brasileiros. Fica claro que quando se trata de medicamentos a questão primeira é a garantia da disponibilidade do serviço em horário integral e, logo em seguida, o conforto e a segurança do recebimento em casa”, analisa Marcos Arede, diretor da Drogaria Onofre.
Segundo Arede, a aceitação dos brasileiros ao serviço de delivery é excelente, basta analisar os números. A Drogaria Onofre foi pioneira na venda por telefone e Internet e hoje concentra 35% de seu faturamento nesse canal, o Onofre em Casa. Ao dia são entregues 8 mil encomendas em lares de todo o Brasil, com estoques locais em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Vitória, no Espírito Santo.

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Pesquisadores mostram trabalhos inovadores

Posted on 28 de outubro de 2009. Filed under: Medicamentos | Tags: |

Especialistas de várias partes do mundo se reúnem em Brasília nos dias 30, 31 de outubro e 01 de novembro, no Parlamundi, no II Congresso Internacional de Medicamentos para discutir novas tecnologias, descoberta de novos fármacos, acesso aos medicamentos como um direito universal, patentes, o uso racional de medicamentos, o destino do lixo medicamentoso e o uso da nanotecnologia para o desenvolvimento de medicamentos inovadores.
Pesquisadores das universidades de Milão, Atenas, Toronto, Paris, Guiana Francesa já confirmaram presença. Também participam pesquisadores da Universidade de Brasília, UFMG, Unicamp, UFRN, UFRGS, UFAM, UFPE, UFSC, UFG, UFC, além de representantes do Ministério da Saúde, ANVISA, Hemobrás, Fiocruz, Conselho Federal de Farmácia, Conselho Nacional de Saúde.
Participarão do evento pesquisadores que descobriram novas moléculas com o uso da nanotecnologia, estudiosos da medicalização na infância, pesquisadores do Genoma, autor do Dicionário de medicamentos, pesquisadores das doenças negligenciadas e a equipe responsável pelas definições da nova farmacopéia brasileira.
Dentre os temas importantes: aspectos químicos e farmacológicos de plantas medicinais, síndromes cardiometabólicas, produtos biotecnológicos, o uso da nanotecnologia par ao desenvolvimento de novos medicamentos, entre outros. Participam do evento cientistas como Robson Santos, um dos pesquisadores que desenvolveu uma nova molécula contra a hipertensão ( a angiotensina), Luiz Carlos Dias, que apresenta trabalho sobre a síntese orgânica para a obtenção de fármacos. Maria Fátima Grassi Sá, que falará sobre Biotecnologia no Brasil; Guilherme Oliveira – cientista que mapeou o genoma do Shictosoma; Valdir Florêncio Veiga, pesquisador que instiga: “ se é natural é saudável? E discute o controle das matérias –primas vegetais.; Antonio Barbosa, autor do Dicionário de Medicamentos que mostra a maquiagem científica de medicamentos, como estratégia comercial.
Também participam Fábio Celotti (universidade de Milão), Cecille Julier (Universidade de Paris), Márcio Machado (universidade  de Toronto), Raphael Grougnet(Paris), Léandros Skaltsounis (Atenas), Laila Salmén Espíndola-Darvenne(UnB).
O evento é uma realização do IDUM – Instituto Brasileiro de Defesa dos Usuários de Medicamentos e conta com o apoio do Conselho Federal de Farmácia, parceria da Universidade de Brasília, Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar, Sociedade Brasileira de Farmácia e Bioquímica, Associação Nacional de Farmacêuticos em Logística, Fundação Juscelino Kubitschek, Associação nacional de Farmacêuticos em Logística e outros.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...